Formação Sindical

Observatório Emprego

Portuguese English French German Italian Russian Spanish
Agenda Sindical

 

 

20 de Dezembro (por tempo indeterminado):

Greve (de duas horas) na Setofresa & Associados, empresa metalomecânica na Mitrena (Setúbal), para exigir o aumento dos salários e do subsídio de refeição e a melhoria das condições de trabalho.

Fonte: FIEQUIMETAL

2 de Abril (por tempo indeterminado):

Greve (de 2 horas por turno) dos trabalhadores da Inapal Plásticos com vista a encontrar um entendimento/compromisso com a empresa sobre matérias constantes do Caderno Reivindicativo.

Fonte: CGTP-IN

11 de Maio (por tempo indeterminado):

Greve (1 hora por turno) dos trabalhadores da Tegopi, empresa de fabrico de torres eólicas, contra injustiças salariais e por respostas ao seu caderno reivindicativo.

Fonte: FIEQUIMETAL

26 de Agosto (por tempo indeterminado):

Greve (todos os domingos) dos trabalhadores da Vanpro Assentos Lda, empresa fornecedora da Autoeuropa, contra a imposição da alteração dos horários de trabalho.

Fonte: FIEQUIMETAL

29 de Outubro (até final do ano lectivo):

Greve nacional (ao trabalho suplementar) dos professores, pela contagem integral do tempo de serviço e contra a fixação de horários de trabalho ilegais.

Fonte: FENPROF

1 de Novembro (por tempo indeterminado):

Greve (às horas extra) dos técnicos da Fundação Centro Cultural de Belém (FCCB), convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores de Espetáculos, do Audiovisual e dos Músicos (CENA-STE), devido à utilização abusiva do trabalho suplementar.

Fonte: CENA-STE


5 de Novembro a 31 de Dezembro:

Greve parcialgreve nacional 24h dia 14/11 e ainda paralisações alternadas nas diversas comarcas dos funcionários judiciais que exigem avanços na revisão das carreiras e o desbloqueamento das negociações para a aprovação do estatuto profissional.

Fonte: SFJ

5 de Novembro (por tempo indeterminado):

Greve (ao trabalho suplementar) dos estivadores em todos os portos nacionais (excepto o de Setubal, que terminou a 14/12), até que haja um contrato coletivo de trabalho.

Fonte: CGTP-IN

20 de Novembro 2018 a Outubro 2019:

Greve nacional (21 dias) dos juízes portugueses, aprovada em assembleia geral, como medida de protesto para alcançar um acordo global e estável para a revisão completa do EMJ.

Fonte: ASJP

1 de Dezembro 2018 a 1 de Janeiro 2019:

Greve (ao atendimento complementar nos fins-de-semana) dos enfermeiros do ACES Almada Seixal, contra este atendimento complementar dentro do horário normal de trabalho.

Fonte: SEP

13, 14, 17 e 18 de Dezembro:

Greves (parciais), plenários e concentrações de enfermeiros na região de Lisboa, pelas progressões e a atribuição do suplemento aos enfermeiros especialistas.

Fonte: SEP

15 de Dezembro (durante 13 dias):

Greve dos trabalhadores da logística do Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, pela: integração na carreira técnico profissional; atribuição do subsídio de penosidade; integração dos precários no quadro de pessoal da SCML, entre outros.

Fonte: CGTP-IN

17 de Dezembro a 14 de Janeiro:

Períodos de greve dos trabalhadores da Petrogal nas diversas refinarias do país e greve ao trabalho suplementar, pelo fim da ofensiva da administração contra a contratação colectiva e os direitos sociais.

Fonte: FIEQUIMETAL

18 de Dezembro:

Greve dos enfermeiros da ARS Centro - ACES Baixo Mondego, Pinhal Interior Norte e DICAD -, das 8h00 às 24h00 e concentração em frente à ARS, pelas 11h00, pela justa e correcta contagem dos pontos para efeito do descongelamento das progressões.

Fonte: SEP

18 de Dezembro:

Greve (parcial) dos enfermeiros do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia, com concentração à porta do hospital, exigindo a correcta progressão, o suplemento dos enfermeiros especialistas e a admissão de mais enfermeiros.

Fonte: SEP

18 a 31 de Dezembro:

Paralisação (às horas que excedam as oito horas de trabalho) dos trabalhadores produtores de telenovelas da Plural Entertainment, devido à decisão da administração de se retirar das negociações relativas aos horários e salários.

Fonte: CENA-STE

19 a 23 de Dezembro:

Greve dos guardas prisionais pela revisão da tabela remuneratória, contra o novo regime de horário e ainda contra a falta de recursos humanos.

Fonte: SNCGP

19 de Dezembro a 2 de Janeiro:

Greve dos bombeiros profissionais contra os decretos-lei aprovados pelo Governo em Outubro, pela valorização da carreira e por uma aposentação digna.

Fonte: STAL

22 a 26 e de 29 de Dezembro a 2 de Janeiro:

Greve (de 10 dias) dos trabalhadores da Randstad, pela negociação do caderno reivindicativo que inclui o fim da instabilidade dos vínculos precários.

Fonte: SIESI

24 de Dezembro:

Greve dos trabalhadores da Grande Distribuição, pelo aumento dos salários de todos os trabalhadores e fim da Tabela B, pela equiparação da carreira profissional dos operadores de armazém à dos operadores de loja.

Fonte: CESP

2 a 9 de Janeiro 2019:

Greve dos trabalhadores da empresa Álvaro Figueiredo, empresa rodoviária de transporte de mercadorias, sedeada em Oliveira de Azemeis, pelo cumprimento rigoroso do Contracto Colectivo de Trabalho Vertical, recentemente publicado, entre outros.

Fonte: FECTRANS

3 e 4 de Janeiro 2019:

Greve dos trabalhadores das Rodoviárias do Tejo, do Lis e do Oeste, empresas do grupo Barraqueiro, em luta pelas suas reivindicações de aumento dos salários e unificação das regras de trabalho nas três empresas.

Fonte: FECTRANS

 

contra a imposição de alterações ilegais de horários de trabalho